Preço da gasolina vai subir

Na contramão do movimento visto nas bombas de combustíveis pelo País, a gasolina sinaliza um preço crescente no Ceará nas últimas quatro semanas, de acordo com os balanços semanais feitos pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biodiesel (ANP). Entre 14 de abril e 20 de maio, o preço médio do litro da gasolina saiu de R$ 3,739 para 3,876 no Estado.


A variação representa uma alta de 3,66% – R$ 0,137 em valor absoluto – entre os cerca de 200 postos de gasolina investigados no Estado pela ANP. No que diz respeito aos valores apurados para a última semana (entre 14 e 20 de maio), a Agência indica ainda que o Ceará continua com o preço médio mais caro do Nordeste para a gasolina.


O preço médio mais próximo do cobrado nos postos cearenses é o de Alagoas, onde a gasolina custa R$ 3,820. O pódio dos mais baratos da Região na última semana ficou com Sergipe (R$ 3,484), Maranhão (R$ 3,511) e Piauí (R$ 3,512).


Cidades


Dentre os municípios cearenses pesquisados pela ANP entre 14 e 20 de maio, Limoeiro do Norte foi o de maior valor para o preço médio da gasolina, a registrar R$ 3,995 por litro. Crateús (R$ 3,954) e Canindé (R$ 3,938) fecham a lista de três cidades cujo valor é o mais caro do Estado.


Já as de menor valor pelo litro da gasolina foram Crato (R$ 3,808), Juazeiro do Norte (R$ 3,818) e Maracanaú (R$ 3,873). Em Fortaleza, onde 72 postos de combustíveis foram conferidos pela ANP, foi visto o mesmo valor da última cidade.


Política da Petrobras


No País, o preço médio da gasolina registrou baixa após três semanas de altas consecutivas, saindo de R$ 3,633 para R$ 3,621 – uma redução de 0,33% para a semana encerrada na última sexta-feira (20). A movimentação é notada um mês após a Petrobras anunciar o aumento de 2,2% no preço da gasolina nas refinarias.


As frequentes mudanças nos valores vêm acontecendo desde o ano passado, quando a diretoria da estatal resolveu operar os preços cobrados de acordo com o mercado nacional e internacional do petróleo. Na mesma ocasião que efetuou mudança no preço da gasolina, inclusive, a Petrobras alterou o valor para o diesel em 4,3% nas refinarias.


O combustível, no entanto, teve o valor nas bombas em queda de 0,19% pelo País, segundo aponta a ANP, também após três semanas seguidas de altas – saindo de R$ 3,026 para R$ 3,020. A Agência ainda observou, em todo o Brasil, uma redução do etanol nas duas últimas semanas, saindo de R$ 2,608 a R$ 2,593.
Fonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *